05/07/2019

Você conhece a Pescaria Esportiva?

Pesca esportiva: entenda melhor sobre a modalidade

A prática da pesca esportiva no Brasil é um pouco menos desenvolvida do que em outros lugares do mundo, como na América do Norte, por exemplo, mas, é um local incrível para a prática desse esporte.

Selecionamos abaixo tudo o que você precisa saber para entender melhor esse estilo de pesca. Vamos lá?

 

Definição – o que é a pesca esportiva

A pesca esportiva é uma variação do que chamamos de pesca recreativa, a pescaria realizada como uma atividade de lazer, sem que dela dependa a subsistência do pescador. Ou seja, é quando vamos pescar por diversão. O que caracteriza a pesca esportiva e a diferencia de outros tipos de pesca recreativa são as suas convenções entre os pescadores.

Nessa modalidade de pescaria, o objetivo não é comer ou vender o peixe fisgado, então a ideia é que os peixes sejam sempre devolvidos à água. Portanto, existem técnicas e segredos para manter os peixes vivos após fisgados.

Além disso, a pesca esportiva é focada em competições com um determinado conjunto de regras ou objetivos. Existem competições cujo foco é a captura dos maiores peixes possíveis, há quem considere que a pesca por esporte é apenas a pesca de peixes como o Marlin e outros marinhos de grande porte. Mas, existe competições nas quais se avaliam os mais pesados e os mais raros, além de concursos para se determinar quem pega mais peixes num certo período de tempo e por aí vai.

 

Na pesca esportiva, o peixe volta para a água

Em competições, concursos e atividades de pescas esportivas, o consenso entre participantes e organizadores é que os peixes sejam devolvidos para a água – a não ser que a fisgagem tenha machucado os peixes de forma a inviabilizar a sua sobrevivência na água.

Essa é uma das principais diferenças entre a pesca esportiva e a pesca recreativa, já que nas atividades de pesca recreativa, a decisão de retornar o peixe para a água ou não é de decisão do pescador, claro.

Selecionamos abaixo algumas dicas essenciais para aumentar a sobrevivência dos peixes fisgados por você durante eventos de pesca esportiva. Confira:

Manusear o peixe o maior tempo possível dentro d’água;

Manter as mãos molhadas para manusear o peixe fora d’água, já que a mão seca retira o muco que protege o peixe nesse ambiente hostil;

Use anzóis sem farpa ou com a farpa amassada;

Em caso de pesca em profundidade maiores do que 30 pés (9,144 metros), puxe o peixe de forma mais devagar, para dar tempo que ele possa se adequar em relação à pressão da água;

Para cansar menos o peixe, use uma linha de comprimento maior do que a recomendada, para que a luta dure menos tempo;

Na hora de retirar o anzol do peixe, utilize um alicate de bico. Se o anzol estiver muito profundo dentro do peixe, corte a linha e deixe o anzol dentro do peixe;

Use iscas artificiais ou moscas, já que peixes fisgados com essas iscas têm maiores chances de sobrevivência;

Seja rápido e gentil na hora de tirar o peixe para pesar, medir e fotografar o troféu;

Isso é o mais importante do que você precisa saber se quiser entrar nessa onda de pesca esportiva.

Fonte:

http://blog.cremonesi.com.br/pesca-esportiva-entenda-a-modalidade/